Posted in:

Conheça mais sobre a obesidade infantil

Considerada uma das doenças mais perigosas do mundo, a obesidade é extremamente preocupante porque colabora com o aparecimento de outros problemas de saúde. Então, se ela é grave em pessoas adultas, imagina só na criançada?

Os pequenos estão em fase de desenvolvimento e, por isso, a obesidade infantil afeta a evolução deles. Nesse sentido, ter uma atenção redobrada com a alimentação das crianças é fundamental para que elas não cheguem a esse ponto.

Pensando nisso, trouxemos este post com algumas informações importantes que você precisa conhecer sobre a obesidade infantil. Acompanhe e saiba mais!

Quais as causas da obesidade infantil?

Confira, a seguir, as principais razões da ocorrência de obesidade infantil.

1. Péssimos hábitos alimentares

A má alimentação é uma das maiores causas dessa doença que pode levar à morte. Geralmente, isso acontece porque os pais não têm tempo de oferecer comida de qualidade aos pequenos e optam pela praticidade dos fast foods.

E quando isso acontece com determinada frequência, as crianças acabam perdendo o hábito (ou sequer adquirindo) de se alimentar adequadamente, com frutas, verduras e comidas que realmente fazem bem para o seu crescimento.

Além disso, a criançada costuma se espelhar nos adultos. Portanto, na medida em que os pais têm péssimos hábitos alimentares, os filhos vão seguir o exemplo e se alimentar cada vez pior.

Quando você oferece um copo de refrigerante para uma criança de 2 anos, por exemplo, está contribuindo com esse costume nada saudável e colaborando para que ela tenha o seu desenvolvimento prejudicado.

2. Problemas hormonais ou genéticos

Embora a má alimentação seja um dos motivos predominantes quando falamos sobre obesidade infantil, nem sempre ela é a principal razão. Isso porque quando os pais são obesos, por exemplo, as chances da criança também ser são muito maiores.

E mais: alterações hormonais também podem ser os responsáveis por colaborar com o sobrepeso da criança. Por esse motivo, é muito importante levar os pequenos para consultas regulares com endocrinologistas pediátricos, que diagnosticam e tratam esse tipo de problema.

3. Sedentarismo

Os exercícios físicos não são essenciais somente na fase adulta. Durante a infância, eles são necessários para manter o funcionamento do organismo, principalmente no que diz respeito ao sistema metabólico.

Levando em consideração que as crianças costumam comer mais, por estarem se desenvolvendo, é importante que elas mantenham o corpo em movimento, para gastar as calorias que ingerem.

Hoje em dia, o que mais vemos por aí são crianças que não praticam atividades físicas e só se importam em permanecer na frente das telas dos celulares, computadores e televisões. Esse hábito, aliado a uma alimentação ruim, são responsáveis por contribuir com o sobrepeso.

4. Privação de sono

As crianças precisam descansar. E para isso, é importante que os pais estabeleçam horários para que o relógio biológico dos pequenos funcione corretamente. A privação de sono atrapalha o desenvolvimento, bem como a saciedade.

Ou seja, as crianças que não têm horários definidos para dormir e acordar, geralmente, sentem mais fome, pois o organismo produz hormônios que aumentam o apetite e reduz os da saciedade.

Consequentemente, os pequenos sentem fome com mais frequência e acabam consumindo alimentos que fazem mal para a saúde.

Quais os maiores riscos?

A obesidade é uma doença crônica e que afeta a saúde de inúmeras formas. No caso das crianças, ela atrapalha o desenvolvimento do corpo como um todo, desde os músculos até os ossos.

Além disso, outros problemas de saúde podem ser desencadeados por causa da obesidade infantil. São eles:

  • diabetes;
  • colesterol alto;
  • hipertensão;
  • problemas respiratórios;
  • dores nas articulações;
  • problemas no fígado;
  • acne;
  • depressão etc.

Como evitar a obesidade infantil?

Para prevenir a obesidade infantil na criançada, a principal recomendação é: ser exemplo. Quando os pequenos assistem você consumindo alimentos que não fazem bem para a saúde, eles tendem a seguir esse mesmo caminho na alimentação deles.

Portanto, tenha bons hábitos alimentares para que as crianças se espelhem em você. Ademais, incentive as brincadeiras! Faça com que os pequenos deixem as telas de lado e saiam para brincar com os amigos pulando e correndo por aí.

Além de manter o corpo em movimento, isso vai colaborar para que as crianças socializem umas com as outras, o que também é necessário para o desenvolvimento. Por fim, estabeleça horários para que os pequenos tenham um sono adequado.

Deu para perceber como a obesidade infantil é grave, não é mesmo? Portanto, esteja sempre atento à saúde da criançada, tendo cuidado com a alimentação, a prática de atividades físicas, bem como seus horários.

O que você achou deste post? Compartilhe nas redes sociais e espalhe essa informação!

Compartilhe nas redes sociais!

Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Por Suplementos Forma

Avatar

O Blog Suplementos Forma é especializado em testar suplementos alimentares. Contamos com mais de 1.200 relatos de suplementos nacionais e importados. Confira as melhores dicas de uso e experiência das 55 melhores marcas nacionais e importadas.

89 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.