Posted in:

Exercícios aeróbicos em jejum: tudo o que você precisa saber sobre a técnica

Hoje em dia, diante da busca pela boa forma, o que não faltam são informações e dicas acerca do que fazer para acelerar os resultados das atividades físicas. Entretanto, algumas dessas recomendações são bastante polêmicas.

Dentre essas sugestões controversas, está uma que envolve a prática de exercícios físicos durante uma abstinência alimentar. Será que, de fato, funciona? Afinal, o que não faltam por aí são pessoas influenciando umas às outras porque, aparentemente, deu certo com alguém.

Sendo assim, neste artigo esclarecemos as maiores dúvidas sobre o aeróbico em jejum. Desde o que ele representa, além dos benefícios e possíveis riscos, a seguir você vai descobrir se vale a pena. Acompanhe!

Conceito de aeróbico em jejum

Também conhecida como AEJ, a técnica do aeróbico em jejum consiste em fazer exercícios físicos sem ter se alimentado ainda. Nesse sentido, recomenda-se que ela seja feita no período da manhã, logo após acordar.

A ideia do AEJ, é que a pessoa se alimente da maneira adequada, seguindo uma dieta balanceada, no dia anterior. Então, no dia seguinte, ela começa com atividades simples, como correr ou andar de bicicleta.

Além disso, a duração deve ser pequena e você vai adaptando e aumentando, de acordo com o progresso que observa em si mesmo. No entanto, não é indicado ultrapassar os 45 minutos sob nenhuma hipótese.

Benefícios do AEJ

Nas condições adequadas, você pode perceber algumas vantagens nessa prática:

  • Organização das refeições: quando coloca essa técnica em andamento, é preciso traçar todo um plano alimentar, para garantir que a dieta esteja, realmente, balanceada, além de estar acontecendo nos horários certos;
  • Emagrecimento: o estoque de energia do organismo diminui, então o corpo pode usar a gordura como combustível;
  • Ganho de massa magra: o AEJ participa da produção do hormônio responsável por ajudar nesse processo de ganho.

Contudo, apesar dos benefícios que você pode vir a observar, o AEJ é uma técnica que requer muita atenção e cuidados antes de ser realizada. Aliás, demanda, inclusive, orientação e acompanhamento profissional, pois ela pode oferecer alguns riscos.

Perigos da técnica

O aeróbico em jejum é bem controverso e polêmico, uma vez que oferece riscos para a saúde. No tópico anterior, pontuamos alguns benefícios, mas isso não significa que a prática seja recomendada. Esses resultados podem aparecer, porém, até chegar neles, é bastante arriscado. Veja os maiores perigos do AEJ:

  • Tonturas, fraquezas e queda de pressão: quando você se alimenta de determinada maneira, regularmente, e dá uma pausa, a primeira coisa que vai sentir é a fome. Então, quando pratica os exercícios de barriga vazia, os sintomas logo aparecem;
  • Ausência de energia: ora, uma pessoa que tem uma dieta voltada para a perda de peso, costuma ter o metabolismo mais arrastado. Dessa maneira, o organismo funciona com menos energia e, com o AEJ, ela nem consegue fazer o exercício, porque está sem forças, e ainda se frustra por não alcançar o objetivo;
  • Queda da glicose: quem não está acostumado a manter o corpo em constante movimento, costuma ter problemas de glicemia durante a prática, apresentando sinais como enjoos, tonturas e desmaios.

Finalmente, de acordo com profissionais, a técnica do aeróbico em jejum não vale a pena! Além disso, ela não traz resultados diferentes do que você, normalmente, tem quando se alimenta direito antes de fazer os exercícios físicos. Logo, é apenas um perigo desnecessário.

Entretanto, se você ainda está pensando em adotar o AEJ como uma prática para alcançar o seu objetivo de emagrecimento, é imprescindível que tenha uma conversa com o nutricionista, para que ele passe toda a orientação necessária.

Gostou deste artigo? Ele esclareceu suas dúvidas? Compartilhe nas suas redes sociais para que mais pessoas entendam sobre o AEJ!

Compartilhe nas redes sociais!

Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Por Suplementos Forma

Suplementos Forma

O Blog Suplementos Forma é especializado em testar suplementos alimentares. Contamos com mais de 1.200 relatos de suplementos nacionais e importados. Confira as melhores dicas de uso e experiência das 55 melhores marcas nacionais e importadas.

42 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.