Posted in:

Tudo o que você precisa saber sobre o pilates

Você entrou no Instagram, viu a foto de um colega fazendo um exercício que se assemelha a um alongamento, em uns aparelhos diferentões, e pensou: “o que pode ser isso?”. Provavelmente, essa pessoa estava fazendo pilates!

Ele é um conjunto de exercícios criado há mais de 100 anos com o intuito de gerar uma conexão entre corpo e mente. Aliás, não é à toa que um dos benefícios mais conhecidos do pilates é a consciência corporal.

Assim, em busca de desacelerar, muita gente tem optado por essa atividade, em vez da prática habitual de exercícios. Dessa maneira, as academias de ginástica têm sido substituídas pelos estúdios de pilates.

Se você ficou curioso para conhecer mais a respeito do tema, acompanhe este post! A seguir, mostramos tudo o que você precisa saber sobre o pilates. Vamos lá?

Quais os benefícios do pilates?

O pilates é um conjunto de exercícios de força, que trabalham o corpo de uma maneira bastante completa. Isso porque durante a prática das atividades físicas, toda a estrutura corporal é exercitada.

Entretanto, como o pilates treina mente e corpo, a saúde mental também é aprimorada com essa atividade. Confere só quantos benefícios esse exercício tem:

  • Tonificação dos músculos: como o pilates usa a força do corpo, os músculos são fortalecidos no processo;
  • Melhora a postura: lembra da consciência corporal que citamos? Ela é a responsável por ajudar na postura;
  • Aperfeiçoa o condicionamento físico: por ser uma atividade física muito completa, o pilates colabora para que os movimentos sejam executados mais facilmente;
  • Trabalha a respiração: a respiração, bem como a concentração, são fundamentais para a prática do pilates. Nesse sentido, ambos são bem exercitados;
  • Melhora a flexibilidade: os exercícios de alongamento que compõem o pilates são excelentes para aprimorar a flexibilidade;
  • Alivia ansiedade e estresse: por meio de técnicas de concentração e respiração, essa atividade promove o relaxamento, diminuindo o estresse e ansiedade, além de melhorar a autoestima;
  • Fortalece o assoalho pélvico: esse fortalecimento é excelente, principalmente para as mulheres, pois aumenta o prazer nas relações sexuais, bem como ajuda durante a gestação, fazendo com que as mamães sintam menos dores, além de colaborar no momento do parto.

Para alcançar todos esses benefícios, o pilates é embasado por 6 princípios básicos que são:

  • respiração;
  • concentração;
  • centralização;
  • precisão;
  • fluidez;
  • controle.

Qual a diferença entre pilates e ioga?

Embora sejam atividades com bastante semelhança, a ioga e o pilates se diferenciam no que diz respeito aos objetivos. É que enquanto a primeira tem um foco maior no emocional, exercitando corpo, mente e alma, a segunda é mais dedicada à estrutura física mesmo.

Ou seja, na ioga utilizamos o peso do próprio corpo para fazer as atividades, trabalhando meditações e mantras, mais concentrados no equilíbrio emocional.

Em contrapartida, no pilates, ainda que haja uma conexão entre mente e corpo, o propósito é, de fato, voltado para melhorar o físico, desde a postura e os músculos, até a flexibilidade.

Portanto, se você quer aperfeiçoar o seu equilíbrio corporal, o pilates é uma boa alternativa. Mas se a ideia é trabalhar a mente e o espírito, a ioga é a escolha mais acertada. Aliás, dá até para associar as duas práticas!

Quem pode fazer pilates?

Uma das melhores coisas sobre o pilates é que qualquer pessoa pode fazer! Por ser uma atividade de baixo impacto, todo mundo está apto para colocar em prática. Desde crianças e idosos, até atletas e gestantes! Não é o máximo?

Já deu para perceber como o pilates é incrível, né? E não precisa de muito para ser feito! Isso porque existem dois tipos: o que usa aparelhos e aquele que dá para fazer com o peso do próprio corpo, o que significa que é possível praticar em ambientes diversos.

Contudo, para conseguir os melhores resultados, o ideal é aliar esses exercícios a uma alimentação equilibrada. Hábitos saudáveis trazem efeitos sensacionais!

Gostou deste conteúdo? Você faz ou já pensou em fazer pilates? Conta aqui nos comentários!

Compartilhe nas redes sociais!

Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.