Posted in:

Você conhece os riscos dos suplementos? Descubra os perigos dos produtos mais consumidos!

Quem tem o hábito de treinar, costuma seguir pelo caminho da suplementação como uma maneira de alcançar os resultados mais rapidamente. Entretanto, muitas pessoas seguem esse rumo sem receber orientação profissional.

Isso acontece, geralmente, porque alguém que tomou e percebeu efeitos positivos no corpo, às vezes, sai indicando para os amigos, pois acredita que os resultados são os mesmos para todo mundo. Contudo, não é assim que funciona.

Não dá para comprar um produto desses e começar a consumir descontroladamente, uma vez que ele pode ser arriscado para a saúde. Afinal, cada organismo reage de um jeito. Então, o que fez bem para uma pessoa, pode não fazer para outra.

Nesse cenário, existem alguns compostos bastante conhecidos, por serem muito consumidos, mas que muita gente nem imagina que pode fazer mal. Por esse motivo, neste artigo mostramos os perigos dos suplementos mais famosos. Acompanhe!

Whey protein

Como a própria tradução sugere, “whey protein” significa “proteína do soro”, uma vez que ela é extraída do soro do leite. Provavelmente, esse é o suplemento mais famoso entre os adeptos dos exercícios físicos que estão em busca da hipertrofia, porque colabora com esse objetivo.

Ainda, essa suplementação ajuda na recuperação muscular, aumenta a saciedade e contribui para o ganho de massa magra. Todavia, é um composto que demanda atenção antes de ser tomado. Isso porque o excesso de whey protein pode causar efeitos colaterais como:

  • sobrecarga no fígado;
  • insuficiência renal;
  • acne;
  • redução de massa óssea.

Além disso, pessoas alérgicas à proteína do leite e que apresentam um desequilíbrio da microbiota intestinal, conhecido também como disbiose, devem excluir o whey protein como suplementação.

Creatina

Essa substância é produzida a partir de 3 aminoácidos — arginina, metionina e glicina — e é fornecida pelo nosso organismo, quando comemos alimentos com proteínas. A principal função da creatina é oferecer energia (ATP) ao corpo, colaborando com o crescimento dos músculos.

Dessa maneira, ela contribui também com uma melhor performance nos treinos, já que a pessoa consegue se esforçar fisicamente por mais tempo. No entanto, também apresenta alguns efeitos colaterais:

  • desidratação;
  • câimbra;
  • diarreia;
  • enjoos.

Ademais, como a creatina é sintetizada a partir de aminoácidos, é importante que as pessoas com insuficiência renal crônica passem longe desse suplemento, pois o excesso desses nutrientes no organismo é prejudicial para quem sofre com a condição.

Proteína vegetal

Quem é alérgico à proteína do leite costuma optar por esse suplemento, por ser hipoalergênico e de origem vegetal. Com resultados semelhantes ao do whey protein, ele é uma possibilidade para quem tem intolerância à lactose, por exemplo

Além disso, é uma alternativa para os vegetarianos e veganos também. Entretanto, como tudo o que em excesso faz mal, quando há exagero na proteína vegetal, pode ocorrer:

  • sobrecarga do fígado e rins;
  • prejudicar a microbiota intestinal;
  • debilitar a imunidade.

Termogênicos

Os termogênicos são produtos conhecidos como estimulantes. Produzidos a partir de várias substâncias, eles servem para acelerar o metabolismo, aumentar a queima de gordura, bem como promover mais disposição durante o treino.

Todavia, na maioria das vezes, entre esses componentes está a cafeína, que pode oferecer os seguintes riscos para quem tem sensibilidade:

  • insônia;
  • náuseas;
  • problemas gastrointestinais;
  • taquicardia.

Dentre os perigos dos suplementos, os mais letais estão associados a esse produto, por agirem como estimulantes no sistema nervoso. Por causa da forma como alguns deles são manipulados, os termogênicos acabam sendo bem arriscados.

Maltodextrina

A maltodextrina é uma suplementação de carboidratos, cuja absorção é bem rápida, por ser líquida. Nesse sentido, ela exige equilíbrio e alguns cuidados antes de ser consumida, uma vez que pode provocar efeitos negativos como:

  • ganho de peso;
  • hipoglicemia;
  • diarreias;
  • vômitos.

Embora apresentem benefícios, os perigos dos suplementos precisam ser levados em consideração na hora de fazer a escolha. Portanto, é fundamental receber orientação de um nutricionista, para que ele avalie as condições do seu organismo, além dos seus objetivos, a fim de garantir a saúde.

Gostou deste conteúdo? Você conhecia esses riscos? Que tal compartilhar nas redes sociais? Assim, você contribui para que mais pessoas entendam os perigos da suplementação sem orientação profissional!

Compartilhe nas redes sociais!

Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Por Suplementos Forma

Suplementos Forma

O Blog Suplementos Forma é especializado em testar suplementos alimentares. Contamos com mais de 1.200 relatos de suplementos nacionais e importados. Confira as melhores dicas de uso e experiência das 55 melhores marcas nacionais e importadas.

42 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.